Voltar para Exposições

O Jardim do Tempo Profundo

O Plano Diretor 2020 prevê uma reestruturação da UFRJ, a partir, por exemplo, do desenvolvimento e da intensificação dos mecanismos de democratização do seu acesso.

Tendo isso em mente, o espaço externo às dependências do Museu da Geodiversidade foi musealizado através do projeto O Jardim do Tempo Profundo (2012). Este constitui uma área arborizada e florida, bastante aprazível, utilizada como espaço de descanso e contemplação, em que rochas e vegetais foram expostos de modo a relembrar as diferentes Eras por que passou o planeta Terra.

Assim, uma área anteriormente sem uso da Cidade Universitária foi rapidamente apropriada pelo público interno da UFRJ, sobretudo do IGeo (Instituto de Geociências), que se integra a ela diariamente, criando e recriando diferentes formas de interação com o local.

Além disso, também com o objetivo de revitalizar o campus da UFRJ e de resgatar a história de formação da Ilha do Fundão que o abriga, foram instaladas placas explicativas do projeto Caminhos Geológicos, que, em parceria com o Serviço Geológico do Estado do Rio de Janeiropermitiu a sinalização de um dos poucos afloramentos remanescentes da antiga Ilha do Pindaí do Ferreira, uma das ilhas que contribuiu para a formação da atual Ilha do Fundão.

 

Link permanente para este artigo: http://www.museu.igeo.ufrj.br/exposicoes/o-jardim-do-tempo-profundo